As histórias de uma moça alentejana nos Açores - 1°dia








1º dia - sexta-feira, 4 de Setembro 2020
Aeroporto de ponta delgada
Viajámos até à Lagoa das sete cidades num Defender que se confundia com a paisagem, estava sol mas logo que começámos a entrar em estradas de terra batida, o nevoeiro começou a tomar conta do caminho e a querer esconder a beleza do lugar como se isso fosse possível acontecer aqui.
Chegamos a Mosteiros, uma igreja e um casamento no mar, com padre e tudo. Um amante escondido. Conhecem esta história? Foi o guia da @greenzonetours que nos contou.
Encher me de verde e de mar.
Banhos de azul pelos olhos adentro
banhos de floresta expandindo o coração
Natureza imersa
Dona de mim
Sou floresta
Sou sem fim
Durmo a sesta
Acordo em mim
Consegui não ter aventuras hilariantes até lá chegar, fiz tudo direitinho, graças às pessoas com quem fui... contive umas lágrimas e soltei umas gargalhadas ao descolar, ao meu lado lugares vazios e dentro de mim o medo de voar. Sozinha, aposto com vocês que já eu tinha feito asneira e tornado tudo mais emocionante. O avião não partiu, dormimos uma noite em São Miguel. Hotel de luxo, jantar requintado. Não parece muito a minha cara, nem quero habituar-me a estas coisas. No entanto, resolvi desfrutar dos excessos de conforto. Dentro de mim vive uma alma viajante à espera de se expressar e isto de viver atrás do sol posto sem pôr os pés no mundo tem de acabar. Pode ser de chinelo, legging e mochila cheia às costas. Não importa, importa haver fé, saúde, trabalho e algum dinheiro para escolher os melhores souvenirs. No quarto do hotel estou como quero, bloco de notas, uma esferográfica bic, livros, a música da bethania no spotify, lençóis brancos e a vista desafogada sobre o mar. Penso nos meus filhos e nos meus pais e em como quero muito trazê-los aqui. O meu pai já tinha proposto fazer esta viagem com a mulher, os filhos, os netos e a nora. Eu sempre disse que isso podia levar-me à loucura, mas pensando bem acho que vou arriscar. Isso sim seria verdadeiramente hilariante, vir aqui com a família toda.

0 comentários:

Publicar um comentário