Celebrar


Ontem celebrámos o sol com o dia mais pequeno do ano e a noite mais longa. Agora resta-nos celebrar a família. Estes dias fazem-me sentido assim, sem correrias, o fogo é convidado a aquecer-nos, os sonhos de abóbora da minha mãe não têm tempo de arrefecer, os presentes gosto de abrir só depois da meia noite, embora este ano pondere abri-los só no dia 25 de manhã, assim a M. dorme serena e tem o dia todo para puder brincar. Este ano como nos outros fizémos também os nossos presentes de Natal que irei mostrar-vos mais tarde. Nestes dias recordo os que estiveram comigo e para mim no ano que passou, enviando-lhes altas vibrações e boas energias. Quero o mesmo para eles que quero para mim. Liberdade, amor e consciência. Um Natal feliz para todos e um ano novo cheio de celebrações. Fotografia de Marta Sofia Guimarães.

0 comentários:

Enviar um comentário