A minha mãe




A minha mãe. Não usa baton. Vai à cabeleireira. Não pinta as unhas. Não se maquilha. Usa jóias. É cozinheira, é bonita, é a minha colega de trabalho e ensina-me tudo aquilo que eu não quis aprender porque quis ir estudar.

A minha mãe. Trata os filhos como se eles nunca tivessem saído debaixo das suas saias. Diz-me para não ligar às pessoas que dizem mal de nós, para lhes dar um desconto. Diz-me para não fazer caso do meu pai que às vezes é chato. Diz-me para me dar bem com toda a gente porque precisamos todos uns dos outros. Diz-me para ser poupada e para apanhar as ervas daninhas da nossa horta. Diz-me para não ligar tanto ao computador porque ele não faz falta para fazermos a nossa vida.

A minha mãe deixa a M. sujar-se no chão porque tem dentro dela uma criança grande que brinca com a M. sem regras e com os cuidados de uma avó. A minha mãe sabe o que é o yoga, mas não tem facebook. A minha mãe cuida da vida dela e ajuda-me a cuidar da minha apenas quando lhe peço. A minha mãe tem um sorriso fácil e ajuda-me a rir-mo-nos de nós próprias. 

Tenho muita sorte em trabalhar todos os dias com a minha mãe.  

Feliz dia da mãe.

5 comentários:

  1. Olá Belinda

    Adoro este seu blog pela sua simplicidade, coragem na mudança de vida,etc..., conheci-o e não mais o larguei ( o Quarto de Mudança também está a construir o meu).
    Quem me dera poder dizer essas suas frases da minha mãe...
    Beijinho aqui do "lado", do Torrão.
    Rosa

    Rosa

    ResponderEliminar
  2. Obrigada Rosa. Beijinhos e venha visitar-nos.

    ResponderEliminar
  3. Quero ser uma mãe como a tua mãe!
    beijinhos e adorei o teu blog. Aliás estou a passar a manhã a descobri-lo!

    ResponderEliminar