esta terça #35
























Brincar ao Carnaval. Fico ansiosa, com suores frios, entro em hiperactividade e em hiperventilação e quase que me dá uma coisa se não brinco ao Carnaval. Assim, mesmo exagerada. Díficil é encontrar exagerado(a)s como eu, que queriam entrar nesta festa. A M. foi a primeira a ser levada para a brincadeira, custou, mas depois lá ia pedindo: mãe, pintuias, pintuias! O pai chegou tarde e sem vontade de brincar, mas a proposta foi irrecusável (assim que possa coloco algumas fotos nossas) e lá fomos nós ao baile de Carnaval aqui em Grândola, só para matar o bichinho dançarino que temos dentro de nós e que não tarda morre. Ai o tempo o tempo, nunca há tempo para dançar. Eu por mim, andava assim todos os dias, pintada, "entrouxada" e dançava.... dançava... dançava, todos os dias da minha vida.

0 comentários:

Enviar um comentário