03.12 Depois de festejado no norte a 27 de Fevereiro, em Março festejamos o aniversario da M. na aldeia onde vivemos, Silha do Pascoal. Festejamos com saude que nos dura o ano todo.

Hoje ultimo dia do ano, que seja tambem muito bom.

02.12. O Carnaval. eu de Dr. Watson e ele de Sherlock Holmes. Mal posso esperar pelo que ai vem.

01.12 Janeiro. Estou rodeada de amor. Recebo em minha casa quem mais amo.



 Passear pelo Porto com os The Worst tours.. altamente recomendável.

o Natal.
Os piores turistas não trazem sapatilhas, nem chapéu de chuva, nem andante. Trazem apenas e só três máquinas fotográficas. A 'worst tour' está prestes a começar. Obrigada pai natal, eu sabia que tu eras do Porto, carago!














marquei uma worst tour no Porto para o fim de semana. escolhi a tour 2 (the tricks of the trade). estou muito muito excitada com a ideia. sou deveras apaixonada pela cidade do Porto e ainda mais pelas suas pessoas genuinas e pelos lugares pitorescos daquela cidade. esta ideia de visitar lugares incomuns parece-me bastante interessante. a ver se vos trago umas fotos. vejam mais aqui.

Jantar num monte chamado terra do sempre.





e encontrar o que não me faz falta. (a sorte é não haver caixas multibanco por perto e o dinheiro que se leva ir contado. assim sabemos que não gastamos mais da conta). mais do que isso agrada-me ver movimento na vila, pessoas a comprar, outras a vender. algum espírito de natal que noutros tempos questionava mas do qual agora até sinto saudades, confesso. os presentes de natal continuarão a ser feitos pelas mãos cá de casa e o ritual é sempre o de comprar pouco para oferecer muito. muito de mim.
batatas e recolhimento. recolhimento e batatas.
morar aqui e tudo o que isso tem de bom. e tem cada vez mais.





a praia. serena. num dia de inverno a meio da semana, só faltava o sol aparecer para pudermos tirar os sapatos, as meias e molhar os pés num instante em que uma onda olhasse para trás. a praia de inverno tem magia. é prateada e é só nossa. brinda com estas cores quem a vai visitar nesta altura do ano. podiamos ficar ali a encher as meias e os sapatos de areia até vir de novo o verão. podiamos.
1. Livro da Sofia Loureiro, Guia de remédios naturais para crianças, da Nascente.
2. M. andar de gorro sem o tirar.
3. Dias de chuva
4. As botas azuis feitas pela avó do norte e a camisola nova da M.







passeios de Outono, castanhas assadas, crepes, fondue de frutas e chocolate, frio bom, chuva ainda melhor, batatas doces fritas que fazem esquecer quaisquer par de calças que teimem em não servir, cogumelos na brasa, vinho novo, vinho de reserva, casacos quentes, biscoitos, os da Teresa... e ainda agora o mês vai a meio. Novembro faz engordar alegremente e é mesmo isso que precisamos para passar este Inverno rigoroso, um bocadinho de gordura a mais e de preocupação a menos.